Clínica de Recuperação

Como saber se sou um dependente químico?

Como saber se sou um dependente químico?

“Como saber se sou um dependente químico?” – Se você chegou aqui através de alguma pergunta como essa, saiba que esse já é um sinal de que você, ou a pessoa em questão esteja passando por um vício.

Veio o pensamento de que talvez você ou alguém próximo possa ser um dependente químico?

Ter um nível de dependência deixa sinais, que muitas vezes podem ser notados se bem observados.

A dependência química passa geralmente por 3 estágios, onde o usuário passa até chegar a um nível de doença química. São eles, o uso, o abuso, e a dependência da substância.

Clinicas de Recuperação

Que pode ser lícita ou ilícita, e até receitada por um médico, como remédios de ação forte.
O vício pode surgir de várias formas, desde um uso esporádico e curioso até um uso frequente e abusivo da substância, da quantidade ingerida, mesmo quem em poucas ou uma única vez e até uma predisposição genética.

Com a dependência sendo o último e mais perigo estágio da doença, onde o usuário faz um consumo desenfreado daquela substância, perdendo ou passando a não ligar para os malefícios desse consumo exagerado.

Uma das maiores dificuldades que o dependente enfrenta, é o processo de aceitação da dependência como uma doença. Por que muitos deles acreditam que conseguem largar o vício quando bem quiserem, mesmo sabendo, ou não, dos riscos.

Os sintomas de um dependente podem variar de pessoa para pessoa, mas alguns podem ser notados quase sempre, e são mais fáceis de serem percebidos.
Montamos aqui uma lista para te ajudar a identificar sintomas, e sanar a dúvida “Como saber se sou um dependente quimico”.

Alteração no comportamento

Esse é um dos primeiros a acontecer, e se você acha que pode estar em alguma das fases do vício, é fácil notar em seus hábitos o que vem mudando em sua vida desde o início do consumo da determinada substância, e se essas mudanças são mais negativas do que positivas.

Sentimentos como desmotivação, frustração, ausência de metas e sonhos futuros, preguiça, ansiedade, medo e angústia estão bastante associados à dependência química.
As mudanças quase sempre são negativas, trazendo desleixo com aparência, abandono de amizades antigas e criação de novas, que consomem a droga, além da alteração do comportamento em relação ao trabalho, sendo menos cuidadoso, menos pontual e responsável.
O comportamento alterado, e fora do comum, é um dos primeiros pontos para saber se você é um dependente químico.

Alteração de humor

A grande maioria das drogas que causam dependência levam a algum tipo de alteração do estado natural de humor, não só durante o uso, mas até dias após o fim do efeito, sendo um sinal bastante perceptível.
Essas alterações podem ser bruscas, transitando de um estado alegre a um estado de raiva ou tristeza de forma muito rápida. Ou alterações com o passar do tempo, deixando de lado o humor que geralmente você tinha antes do início do uso da substância química.
Se tornar uma pessoa mais ansiosa, com picos de humor são indícios de como o uso da droga vem afetando sua vida e que você é ou está lidando com um dependente químico.

Descuido pessoal e profissional

Começar a deixar de lado tarefas simples e que antes eram feitas de forma tranquila, e outras importantes que você passa a esquecer, ignorar. Descuidar e negligenciar a aparência, os relacionamentos de amizade e românticos.
Evitar e fugir de novos compromissos, procrastinar demais, ter cansaço e preguiça em excesso. Afetando de forma negativa todos os lados da sua vida, são pontos frequentemente observados. Todos esses descuidos irão te ajudar a responder se você é ou não um dependente químico.

Problemas financeiros

Com o início e frequência cada vez mais constante do uso, seu organismo vai se tornando mais tolerante àquela substância, e com o passar do tempo isso fica cada vez mais visível. Sendo necessário um aumento do consumo, aumentando os custos para o consumo.
Isso, associado ao desleixo com o lado profissional, começa a trazer problemas financeiros, que começam deixando atrasar contas, juntando dívidas e criando novas, até a venda de itens de casa para comprar a droga, deixando faltar dinheiro onde deveria ser aplicado.

Outras dependências

Quando o vício se torna extremo, o usuário pode começar a buscar saciar sua vontade com outras drogas, que também podem vir a se tornar um novo vício.
Como exemplo do uso do álcool e sua relação próxima ao uso do cigarro, por serem drogas lícitas e vistas como sociáveis, usadas nos mesmos ambientes, podendo levar ao consumo e dependência da outra droga que antes não era um problema.

Este sinal irá com certeza ser umas das chaves para te mostrar se você é ou não um dependente químico, e se tem algum vício em drogas. Geralmente um vício leva a outro, e ter hábitos de uso frequente

Novos padrões de comportamento

A mudança nos hábitos com a criação de novos padrões de comportamento começam a ocorrer para o uso da substância. Esses novos hábitos substituem antigos, para poder encaixar mais tempo para consumir a droga.
Abandonar atividade física, mudar locais e ambientes que antes eram frequentados, criar hábitos para dormir e comer, ou perder os antigos e mais saudáveis. Distúrbios alimentares e insônia também podem ocorrer em um dependente químico.

Mudar seus padrões de comportamento, abandonar hobbies e até tarefas importantes, são sinais que irão te ajudar a saber se existe uma dependência química e emocional daquela droga.

Abstinência

A abstinência é um dos principais sintomas do uso excessivo da droga, e também para definir se existe ou não a dependência química e em qual nível ela está.
No começo a abstinência é mais perceptível no emocional e no mental, sendo necessária uma análise de comportamento, observando vários pontos e mudanças que vem ocorrendo, mas logo ela avança e se torna perceptível de forma física também.

Tremores, olhos fundos e vermelhos, mudança na aparência física, com perda ou ganho de peso, fraqueza, falta de disposição, também são sinais de uma abstinência.
A abstinência é um sinal já avançado, mas irá te ajudar a saber se você é ou não um dependente químico. Essas sensações físicas já mostram um grau elevado de dependência e vício, não só da mente, mas do corpo.

Identificar essas mudanças é uma parte fundamental para descobrir se existe ou não algum grau de dependência. O primeiro passo para mudanças positivas aconteceram na vida de um dependente químico, é a percepção da sua doença como algo que pode e deve ser tratada como tal.

Lidar com a dependência não é algo fácil e rápido, e é considerada um doença sem cura, já que mesmo após 10, 20 ou mais anos, sem usar a substância, um antigo dependente que a utiliza agora, corre sérios riscos de voltar a utilizar e perder o controle de forma muito rápida.
Porém existe sim tratamento, que deve ser buscado assim que possível, podendo exigir uma internação em clínicas de reabilitação ou hospitais. Tendo em vista sempre buscar especialistas, e locais de confiança para qualquer tratamento ser iniciado.

O dependente químico que muitas vezes sofre preconceito, até dentro de casa, pode levar familiares e amigos a se afastarem, e até o envolvimento de polícia são fatores que podem acontecer e vir a piorar o nível de dependência do usuário.

Busque apoio, converse com amigos e familiares sobre, a cura da dependência química envolve muito mais do que somente a eliminação do vício, mas também da retomada completa da vida do usuário. Abrangendo os relacionamentos, a carreira profissional, saúde e educação.

Quer saber se você é um dependente químico ou se aquele familiar/amigo está passando por um processo de dependência? Analise todos esses pontos, e o mais importante, busque ajuda médica. Um diagnóstico de um especialista irá te ajudar a responder qualquer dúvida.

Seja sincero com seu médico e familiares e ouça eles, pois eles te ajudarão a saber se é ou não um dependente químico.

Compartilhar:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clínica de Recuperação Esquadrão Resgate

Contatos

Redes Sociais

Mais Vistos

- Obtenha as últimas atualizações

Assine nossa Newsletter

Sem spam, notificações apenas sobre novos conteúdos e atualizações.

Menu

Artigos

Postagens Relacionadas